COMUNICADO ESPECIAL

Em razão da pandemia do coronavírus (COVID-19), o Governo Federal tem tomado, dentre outras, algumas medidas para garantir a livre circulação de cargas, pelos diversos meios transporte (especialmente os caminhões), objetivando o pleno abastecimento de produtos e mercadorias, para o bem-estar geral da população brasileira.

Neste sentido, a Moss do Brasil, solidária com todas as medidas adotadas pelo Governo Federal, especialmente aquelas voltadas ao segmento de transporte de cargas, comunica a todos os clientes, que manterá inteiramente ativa as atividades de Suporte Técnico Remoto a todos os PAC’s – Postos Autorizados de Cronotacógrafo que estiverem em operação, bem como, manterá em atividade, o suporte de peças de reposição e equipamentos (com o devido amparo logístico disponível), para que se consiga atender da maneira mais rápida e eficiente o pleno funcionamento dos PAC,s – Postos Autorizados de Cronotacógrafo, daqueles clientes que decidirem manter seu funcionamento, em todo território nacional.

Assim, prezando pela segurança das pessoas e de toda cadeia produtiva do setor de Cronotacógrafos, acreditamos que diante dessa situação dramática, essa é, absolutamente, nossa colaboração e o melhor caminho a seguir.

Colocamo-nos a disposição dos nossos clientes, reforçando a orientação aos PACS, – Postos Autorizados de Cronotacógrafo, para que tomem todas as medidas de segurança e saúde junto às suas equipes de trabalho, e na medida do possível, dando suporte a movimentação de cargas em todo país.

Reforçamos nossos votos de completa parceria, na certeza de que teremos dias melhores, após a vitória no enfrentamento ao COVID-19.

Atenciosamente,
Moss do Brasil Equipamentos Ltda.

Recolhimento da taxa de serviço metrológico – Informativo Inmetro 190

O Inmetro emitiu o Informativo 190, que trata do recolhimento da taxa metrológica. No informativo, o Inmetro informa que o serviço de selagem e ensaio só deverá ser executado mediante a comprovação antecipada do recolhimento da taxa de serviço. A empresa autorizada/cadastrada deve aguardar a compensação, pois se realizarem o serviço sem a compensação, o Inmetro irá abrir processo administrativo e as empresas estarão sujeitas as sanções previstas no RTM.

O Inmetro também informa que está adequando o seu sistema para bloquear automaticamente as empresas que estiverem realizando o serviço sem a taxa compensada.

Mais informações acesse: Informativo Inmetro 190.

Moss do Brasil
Tecnologia a serviço da vida.

Próxima Turma 23/03/2020 – Treinamento Simulador de Pista – Moss

A Moss do Brasil de tempos em tempos, organiza turmas para receber treinamento do Simulador de Pista. O treinamento é gratuito para clientes da Moss*. Cada turma possui quantidade de vagas limitadas e a confirmação de inscrição é por ordem de registro de interesse.

Interessados deve efetuar o registro de interesse pelo link abaixo:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSc6owxyWpwiaY_vv0sl6c_a1-WPXgadBbZiZnb8a5tVMUN58w/viewform

Próximo treinamento
Data: 23/03/2020
Hora de início: 09:00 hs (horário de Brasília)
Intervalo para almoço das 12:45 às 13:30 hs (almoço gratuito oferecido pela Moss)
Hora de término: 17:00 hs
Local : Sede da Moss do Brasil
Rua: Expedicionário Aleandro Stedile, 3029
Bairro: Valada Itoupava
Cidade: Rio do Sul/SC
CEP: 89162-780

Conteúdo do Treinamento:
Segurança na realização do processo de ensaio metrológico, atendendo à norma regulamentadora NR-12 e demais legislação aplicável;
Procedimento teórico para realização do processo de ensaio metrológico;
Procedimento prático para a realização do processo de ensaio metrológico;
Procedimento teórico e prático das validações intermediárias do simulador de pista;
Processo de auditoria;
Manutenção preventiva, limpeza, lubrificação, aspectos construtivos e localização dos aparelhos e componentes do equipamento;
Requisitos de controle da numeração dos selos do equipamento;

O participante ganhará Manual do simulador de Pista e Certificado de Treinamento.

* Os custos com deslocamento e estadia são por conta do participante.

Informativo Inmetro 187 – Validações Intermediárias

O Inmetro lançou o Informativo 187, que trata de esclarecimentos e dúvidas a respeito das validações intermediárias, com algumas orientações:

– O intervalo entre um processo de validação e outro não deve exceder a 6 meses (o processo de validação contempla 10 medições, sendo 05 medições com aro menor ou igual a 17,5 polegadas e mais 05 medições com o aro maior ou igual 22,5 polegadas);

– O prazo entre a medição de um aro e a medição do outro aro, não deve exceder 05 dias corridos, sendo permitida a realização de ensaios nesse período;

– Não é permitida a realização de ensaios entre a sequência de 05 medições com o mesmo tamanho de aro;

– Nos casos de erro operacional durante a realização de validação intermediária, o PAC deve seguir o item 8.8.5.2 do Regulamento Técnico Metrológico aprovado pela Portaria Inmetro nº 535/2019 e seus subitens.

O Inmetro ressalta que todas as informações constante no Informativo 187 constarão em Norma especifica.

Para mais informações consulte: Informativo 187

Web Service INMETRO – Transmissão Ensaios – Uso de GRUs

Devido a implantação do novo Regulamento Técnico Metrológico (RTM) para Cronotacógrafos (Consulte Informativo INMETRO 183), alguns ensaios não estão sendo transmitidos. O problema ocorre devido o Web Service do INMETRO estar passando por ajustes e melhorias, pois o sistema está trabalhando com GRUs emitidas até 31/12/2019 e GRUs emitidas a partir de 01/01/2020 conforme novo RTM.
Os Postos de Ensaios que possuírem ensaios não transmitidos, devem aguardar os ajustes que o INMETRO está realizando em seu Web Service, e após isso, RETIFICAR os ensaios que não foram transmitidos para que os mesmos transmitam.
O INMETRO não informou prazo para o término dos ajustes e melhorias em seu Web Service.

Mais informações acesse: Informativo INMETRO 184 e Informativo INMETRO

INMETRO publica novo RTM de Cronotacógrafos

Em janeiro de 2020 o Inmetro lançou o novo Regulamento Técnico Metrológico (RTM) para autorização de empresas que subsidiam a verificação subsequente de cronotacógrafos.
A elaboração do RTM contou com a participação dos fabricantes, empresas autorizadas, órgãos da RBMLQ-I, Inmetro e sociedade, o que tornou a linguagem do documento acessível ao público.
O RTM traz os requisitos para autorização de empresas de forma sintetizada e estruturados de acordo com os agentes envolvidos. Um dos pontos de destaque do documento é o aperfeiçoamento do Programa, com a inserção de requisitos da qualidade baseados na ABNT NBR ISO 9001. Além disso, houve a adequação da cobrança do serviço em atendimento ao Acórdão TCU 4420/2018 e mudança a respeito do Certificado Preliminar de Selagem.

Mais informações acesse: Informativo INMETRO 183
Para consultar o novo RTM acesse o link http://www.inmetro.gov.br/legislacao/ digite o número 535 e o ano 2019.